ROSÁCEA

Rosácea e uma doença inflamatória e crônica da pele, ocasionada por uma alteração vascular. O quadro clínico frequente da rosácea, é a presença de vermelhidão e pústulas que mimetizam um quadro de acne.

A rosácea normalmente atinge a região centrofacial da face, com predomínio das lesões nas bochechas, nariz, testa e queixo. A rosácea pode ocasionar aumento dessas regiões, principalmente, da região nasal o que chamamos de rinofima.

Concomitante a alteração cutânea, deve-se sempre descartar alterações oculares, que estão presentes em cerca de 50% dos casos, e caracterizam-se por hiperemia ocular, olho seco e inflamação das glândulas sebáceas.

O quadro, é mais frequente em mulheres, porém, homens também podem ser acometidos, e muitas vezes apresentam um quadro mais grave. As causas da rosácea compõem predisposição genética e fatores ambientais, como alterações emocionais, alterações climáticas (vento, mudança brusca de temperatura e temperaturas extremas), exposição solar, ingestão de bebidas alcoólicas, alimentos muito quentes, medicações fotossensibilizantes e alterações hormonais.

O tratamento depende do grau da rosácea e envolve medicações orais e tópicas, além de laser para a melhora da vermelhidão.

PREVENÇÃO:

  • Evite produtos faciais e cosméticos irritantes.
  • Evite o uso de produtos tópicos muito oleosos.
  • Evite o uso de medicamentos corticoesteróides, tanto tópicos quanto sistêmicos.
  • Evite mudanças bruscas de temperatura. Verifique a temperatura do banho que não deve ser muito quente.
  • Evite o uso de secador de cabelo muito quente.
  • Evite a ingestão de bebidas alcoólicas, bebidas quentes, cafeína e alimentos picantes.
  • Faça exercícios físicos em ambientes frescos.
  • Use filtro solar com FPS 30, ou superior, diariamente.